Sou bom, só no que eu gosto de fazer

É possível que você não tenha uma performance tão favorável no seu trabalho, mas no jogo de futebol, no video game e nas horas de papo de no bar seu desempenho é invejável, será que você só é bom no que está relacionado a lazer e na hora de cumprir metas, ser ambicioso e levar a sério objetivos reais você simplesmente se distraí?

Nossa teoria é que você precisa identificar algumas coisas e começar sim a remexer neste assunto se você se enquadra na descrição acima. A primeira coisa importante em um assunto como é este é identificar se o as principais coisas das quais você se esquiva e tem um performance ruim estão na sua vida pessoal ou profissional, lembrando que uma afetará a outra independente do que seja.

Minha performance é ruim na vida Pessoal

Quando você não esta conseguindo dar atenção a sua família e viver sua vida pessoal de vida plena e primeira coisa que podemos pensar é que o trabalho esta atrapalhando, e isso pode fazer muito sentido, porque como dissemos um afeta o outro diretamente, quando falamos de performance na vida pessoal os pontos são ressaltados são: Tempo para conviver com pessoas com você gosta, cuidar do seu corpo e da sua alimentação, desenvolver projetos pessoais, se sentir feliz e satisfeito no tempo livre.

A melhor forma de começar acertar os ponteiros para que você realmente realize coisas é identificar exatamente o que te afeta: Seu relacionamento tem problemas? Seu projetos são procrastinados? Você acredita que comer de qualquer forma e nunca fazer nenhum tipo de atividade é aceitável? Comece a se fazer perguntas deste tipo, elas te ajudarão a entender onde está as coisas que você precisa alterar.

Minha performance é ruim no vida Profissional 

Muitos estudos indicam que 80% dos problemas profissionais e baixa estima no trabalho estão relacionados com a posição que as pessoas ocupam, ou elas estar acomodadas, ou a empresa já não coincide com os objetivos da pessoa, ou ainda o trabalho se tornou cansativo e pouco instigante entre outros “n’s” motivos.

É possível que você se sinta novamente motivado e desafiado mesmo sem trocar de empresa e cargo, isto dependerá muito de você e da sua determinação. Agora a mesma forma de iniciar uma mudança e identificando onde estão os problemas, se você acha que realmente nada do que tem na empresa é capaz de fazê-lo performar de forma eficaz e em alta intensidade, não tem segredos, será necessário você buscar outra posição e o que te faz feliz.

Conclusões

Não tenha medo, nem segredos para você mesmo, seja honesto e coloque no papel as coisas que você acredita que podem te fazer transformar sua performance de ruim, para uma alta performance, você pode sim ser bom no que você faz sem ser diversão e lazer, e quando descobrir isto vai perceber que perdeu muito tempo prorrogando algo que não deveria.

O Assunto é bem longo, será necessário alguns posts para conversar amplamente sobre e ajudar as pessoas, que querem performar tão bem quanto performam em suas horas vagas.

Continue acompanhando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *